A cultura do milho ocupa somente a 4ª posição entre as lavouras mais cultivadas no Brasil, perdendo para cana de açúcar, soja e café. Mas recentes mudanças no mercado internacional podem fazer com que a plantação de milho cresça em nosso país, acompanhando as novas demandas de exportação do grão. 

Neste artigo, nós vamos te ajudar a entender por que o momento de investir no milho é agora e quais os principais passos para garantir o sucesso de sua lavoura. Vamos lá?

 

Por que agora é o momento de apostar no milho?

Os recentes problemas climáticos em escala global – sobretudo a seca na Índia e as fortes chuvas e baixas temperaturas nos Estados Unidos – causaram uma diminuição na oferta mundial de milho. Para atender à demanda do cereal, a exportação brasileira tem crescido de maneira significativa e as previsões continuam otimistas para os próximos anos. 

Para se ter uma ideia, entre janeiro de novembro de 2019, o Brasil exportou 39,1 milhões de tonelada de milho, o que representa um aumento de 101% em relação ao ano anterior. Acompanhando essa alta produção, o consumo de milho no cenário internacional também deve crescer, principalmente para a produção de ração animal e biocombustíveis. 

Além disso, a exportação de milho brasileira está ficando mais atrativa para o mercado mundial devido à desvalorização do real. Se isso permanecer nos próximos anos, o Brasil pode aumentar ainda mais a exportação de milho para grandes países importadores. Portanto, é hora de ficar de olho no cenário mundial!

 

5 passos para a plantação de milho

Com o aumento da demanda de exportação de milho, muitos produtores brasileiros veem na plantação de milho uma oportunidade de garantir maior lucratividade. Contudo, é preciso se atentar às características do milho para ter uma colheita com alta produtividade e grãos de qualidade. Para te ajudar nessa missão, separamos 5 dicas que você deve observar para o cultivo do milho. Confira!

1. Fique atento à época de plantio

O primeiro passo é realizar um planejamento agrícola com a época de plantio e colheita do milho. O milho safra é plantado entre Agosto e novembro, já o milho safrinha deve ser plantado entre dezembro e março. Um ciclo mais tardio pode comprometer a continuidade do crescimento da área safrinha devido aos riscos climáticos. 

A plantação de milho no período de safra é a mais indicada, mas com um bom planejamento é possível que o plantio na safrinha atinja os mesmos níveis ou até níveis mais elevados de produtividade, mesmo que haja um prolongamento do ciclo devido às condições climáticas.

2. Defina o sistema de plantio

A plantação de milho pode ser realizada pelo Sistema de Plantio Direto (SPD), o objetivo é manter o solo com o máximo de resíduos das colheitas anteriores para aproveitar a matéria orgânica, garantindo maior fertilidade ao solo. Visto que os melhores resultados em produtividade adotam este sistema. 

3. Acerte a densidade populacional

Assim como outras culturas, a densidade da plantação de milho varia de 50 mil a 110 mil plantas por hectare. Se a densidade for elevada, as plantas de milho passam a competir por luz, espaço, água e nutrientes, o que ocasiona uma menor produtividade. 

Para não ultrapassar a densidade ideal, o espaçamento entre cada semente de milho varia entre 40 a 90 cm de espaçamento visto que a densidade linear de plantas varia conforme o espaçamento. Em relação à profundidade, recomenda-se que o plantio seja feito em torno de 4 a 5 cm.

4. Faça a análise do solo

Antes de partir para o plantio, é fundamental que seja feita uma análise do solo a fim de identificar todos os fatores de correção. Dessa forma, é possível realizar a correção dos nutrientes, adubação e outras práticas de acordo com as características do solo para garantir uma alta produtividade. 

O nitrogênio, por exemplo, é um nutriente essencial para a cultura do milho. Níveis abaixo do que as plantas precisam receber para se desenvolver adequadamente podem comprometer a produtividade.

5. Cuidado com o cultivo

Para garantir o sucesso da sua plantação de milho é preciso observar algumas características do grão. O milho é uma cultura que deve ser cultivada em temperaturas acima de 13ºC e abaixo de 42ºC, sendo que a temperatura ideal é de 20ºC a 30ºC. A cultura do milho exige grandes quantidades de água e com certa frequência bem como fator determinante para altas produtividades e eficiência na absorção dos nutrientes em especial o nitrogênio. 

Durante o plantio e desenvolvimento, o milho precisa ser adubado para garantir a quantidade ideal de nutrientes necessários ao seu desenvolvimento. Além disso, como as raízes são muito frágeis, é importante realizar vistorias frequentes para evitar pragas e outros agentes que possam prejudicar o crescimento da plantação de milho.

  

Quer saber como aumentar ainda mais sua produtividade? Entre em contato conosco e conheça as melhores soluções para melhorar o potencial produtivo de sua cultura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *