Cultura do tomate: alcance maior produtividade com cálcio e boro

cultura do tomate

A cultura do tomate possui uma grande importância econômica para a agricultura brasileira. O fruto se destaca pelo seu consumo tanto in natura como matéria-prima para a fabricação de outros produtos pela indústria alimentícia. 

Segundo o IBGE, em 2019, o Brasil produziu cerca de 3,9 toneladas de tomate em uma área de 54,5 mil hectares, com um rendimento médio de 71,8 toneladas por hectare. Assim como qualquer outra cultura, a qualidade e produtividade do tomateiro está relacionada à nutrição e adubação adequada durante seu ciclo produtivo.

Neste artigo, você vai entender melhor como o cálcio e o boro podem estimular o desenvolvimento do tomate e resultar em uma lavoura sadia, produtiva e com alta rentabilidade. Acompanhe!

A importância do cálcio na cultura do tomate

Além dos já conhecidos nutrientes essenciais para qualquer plantação, como Nitrogênio (N), Fósforo (P), e Potássio (K), sabe-se que alguns nutrientes são essenciais para essa cultura. O cálcio, por exemplo, é um nutriente exigido para favorecer o crescimento e a produtividade das plantas.

Esse nutriente possui relação direta no balanço de sais dentro das células vegetais e na ativação do potássio para regular a abertura e fechamento de estômatos, permitindo o movimento de água na planta.

O nutriente precisa estar disponível em alta quantidade durante todo o desenvolvimento da planta, já que desempenha funções importantes em todos os estágios. Na fase de estabelecimento da cultura, impulsiona o crescimento de folhas e raízes; na fase de crescimento vegetativo permite o correto crescimento; na fase reprodutiva, maximiza a produção; na maturação, aumenta a qualidade dos frutos.

O cálcio, ainda, promove melhoria na germinação do pólen, regula alguns sistemas enzimáticos e influencia a atividade das células e dos tecidos condutores. Isso significa que altas quantidades de cálcio são fundamentais para obter sucesso na cultura do tomate e produzir frutos de alta qualidade.

Alem disso o cálcio como constituinte da parede celular, proporciona ao fruto maior tempo de prateleira maior durabilidade da polpa.

Por outro lado, a deficiência de cálcio pode resultar na podridão apical, além de problemas de crescimento. Nas mudas, os sintomas mais comuns incluem folhas distorcidas e comprometimento dos pontos de crescimento. Já em folhas maduras, pode-se notar tons marrons e amarelados.

Boro e cálcio: maior produtividade para o tomateiro

O boro é um nutriente que também cumpre importantes funções para o desenvolvimento adequado do tomateiro. Dentre suas principais funções, podemos destacar seu papel na germinação do pólen e frutificação, produção de ácido nucléico e hormônios vegetais, movimento de açúcares nas plantas e no metabolismo de carboidratos e translocação.

Em uma pesquisa realizada para avaliar a interação entre cálcio e boro na cultura do tomate, verificou-se que a omissão de boro na solução nutritiva apresentou menor altura, menor diâmetro do caule e menor número de folhas em relação ao tratamento com boro. 

A adubação com cálcio proporcionou maior produção e número de frutos por planta, e em interação com o boro, produziu frutos com maiores diâmetros. A interação das doses de cálcio e boro revelou um aumento linear no número de frutos, resultando em um rendimento de 33,87 % com a maior dose de 200 kg/ha-1. 

De maneira geral, a interação entre os nutrientes resultou em maior produtividade para a lavoura.

Como aplicar os nutrientes?

O cálcio é um nutriente exigido em quantidades relativamente altas. No total, em torno de 170kg/ha de cálcio são extraídos pela cultura do tomate no campo, com produtividade de em torno de 100t/ha. 

Como o transporte de cálcio para os frutos é baixo, uma prática recomendada é realizar as aplicações ao longo da safra e durante a maturação do fruto, visando maximizar a qualidade potencial e armazenagem do fruto após a colheita.

A maior produtividade pode ser alcançada com a aplicação quinzenal de cálcio, seguida da semanal. A aplicação de boro deve ser de até 4g/cova, visando incrementar a produtividade e o número de frutos por planta.

Conte com a qualidade dos produtos da TMF Fertilizantes

Os produtos da TMF são fertilizantes inteligentes à base de Cálcio (Ca), Silício (Si), Magnésio (Mg) Enxofre (S) e Boro (B) desenvolvido para ter ação e melhora imediata na fertilidade dos solos. Fornece Cálcio em alta concentração e maior solubilidade no perfil do solo, com ação imediata e liberação gradual, proporcionando uma série de benefícios, como:

  • Aumento da produtividade;
  • Aumento da fertilidade natural;
  • Atuação na construção do perfil do solo;
  • Plantas mais saudáveis;
  • Maior crescimento do sistema radicular;
  • Melhor capacidade de absorção de água e nutrientes;
  • Anulação do alumínio e manutenção do pH no perfil do solo;
  • Resistência a pragas e doenças;
  • Melhoria na atividade microbiológica do solo;
  • Potencialização dos efeitos dos fertilizantes NPK;
  • Fornecimento de cálcio em alta concentração e silício associado.

Saiba mais sobre nossos produtos e solicite um orçamento sem compromisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos