Construção do Perfil do Solo: menos riscos climáticos e mais produtividade

Considerada por muitos pesquisadores a atividade de maior retorno econômico, a construção do perfil do solo é condição indispensável para a obtenção de altas produtividades e, principalmente, estabilidade de produção dentro de um sistema agrícola. 

Por combinar melhorias nos aspectos químicos, físicos e biológicos em camadas de solo mais profundas, a construção do perfil possibilita mitigar os riscos climáticos e proporcionar condições para que as plantas alcancem o máximo rendimento produtivo.

O perfil do solo brasileiro

Quimicamente, o Brasil apresenta extensas áreas de solos ácidos e de baixa fertilidade natural. A acidez do solo, caracterizada pelo baixo pH (< 5,5 pH H2O), reduz significativamente o crescimento, desenvolvimento e produtividade das culturas por afetar diretamente a disponibilidade dos nutrientes às plantas, conforme ilustrado na figura 1. 

Aliado a isso, a agricultura brasileira avançou na ocupação de solos com baixos teores de cálcio (Ca) e altas saturações por alumínio (Al) ao longo do perfil (até 60 cm de profundidade), cenário que, entre outros, compromete o crescimento das raízes, a absorção de água, a presença de microrganismos promotores de crescimento vegetal e o mais importante para a agricultura moderna a eficiência produtiva.

Figura 1. Efeito típico da mudança de pH H2O do solo na disponibilidade de nutrientes e também do alumínio (Al).

Sempre iniciamos com um primeiro passo

No meio agronômico é de conhecimento que o adequado manejo da fertilidade e do perfil do solo é condição essencial para o sucesso produtivo das culturas. Diagnosticar a capacidade dos solos em fornecer os nutrientes às plantas e planejar as adequadas estratégias de manejo das adubações constituem importantes desafios para a obtenção de altas produtividades e rentabilidades. 

Neste sentido, o primeiro passo é a correção da acidez do solo e neutralização do Al3+ tóxico às plantas, principalmente em camadas mais profundas do solo. Surge, portanto, a necessidade da “construção” de um perfil de solo profundo e, uma alternativa a essa realidade é o uso de fontes corretivas da acidez do solo, conhecido por suas propriedades de elevar o pH, neutralizar a ação do Al3+ tóxico e adicionar bases trocáveis (Ca + Mg ) em subsuperfície, favorecendo o desenvolvimento radicular nas camadas de 0-20 cm de profundidade. Sendo assim faz-se necessário a busca e utilização de outras tecnologias e ferramentas para correção da fertilidade no perfil. Com isso contribuído para um melhor desenvolvimento radicular e aproveitamento de agua e nutrientes.

De acordo com o Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) estes são os valores de Saturação por Bases (V%) quando se almeja atingir altas produtividades da soja (Tabela 1).

Tabela 1. Valores médios de saturação por bases (V%) em diferentes profundidades de solo para atingir altas produtividades da soja (CESB).

TMF Fertilizantes e a construção do perfil do solo em sistemas modernos de produção

A TMF Fertilizantes Inteligentes vem desenvolvendo, graças a sua tecnologia exclusiva à base de Cálcio (Ca) e Silício (Si), fertilizantes de múltipla ação, capaz de corrigir, construir e manter a fertilidade do solo, favorecendo condições ideais para manutenção da microbiota ativa do solo e uma melhor distribuição espacial das raízes ao longo do perfil.

De acordo com a tecnologia, a maior mobilidade do Ca no solo se dá através da ação do SiO3 (íon acompanhante) que é capaz de anular a equivalência de carga do cátion divalente do cálcio, fazendo com que o nutriente desça em camadas mais profundas do solo sem a necessidade de incorporação, promovendo nutrição das plantas e correção da acidez.

Reitera-se que, essa tecnologia é fundamental para que não seja necessário revolvimento do solo em áreas onde já estão estabelecidas o Sistema de Plantio Direto.

Sendo assim, os nossos agricultores precisam ter bem sedimentada a compreensão de que a construção do perfil do solo traz modificações positivas nos estoques e na disponibilidade dos nutrientes do solo e no desenvolvimento das plantas, o que sugere novas oportunidades e estratégias de mitigação dos riscos climáticos, otimização do potencial produtivo das culturas, no manejo sustentável e na rentabilidade para o agricultor.

Quer saber mais? Conheça a Tecnologia TMF e saiba como nossos fertilizantes podem contribuir para o melhoramento do perfil do solo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos