Caminhos para alta produtividade no agronegócio brasileiro

alta produtividade

O agronegócio brasileiro vem demonstrando sinais de crescimento consideráveis nas últimas décadas. Para se ter uma ideia, a Pesquisa Crescimento e Produtividade Brasileira, realizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, revelou que a produção agropecuária quadruplicou de 1975 a 2016 no país.

Segundo o relatório, em 1975, a produção de grãos era de 40,6 milhões de toneladas. Já na safra 2016/2017, o Brasil registrou o recorde de 238 milhões de toneladas de grãos. Apesar da considerável melhora, ainda há muitos desafios que precisam ser superados para garantir a alta produtividade nas lavouras brasileiras.

Neste artigo, nós vamos te ajudar a entender como as boas práticas de manejo e o investimento em novos insumos podem contribuir para garantir uma plantação mais produtiva e rentável. Acompanhe!

 

A tecnologia como aliada da alta produtividade

Não dá para falar em alta produtividade sem considerar a importância da tecnologia para o agronegócio brasileiro. Graças ao avanço rápido de novas ferramentas e soluções tecnológicas no campo, a alta qualidade e produtividade tem se tornado um objetivo mais fácil de ser alcançado.

A tecnologia se transformou em uma ferramenta indispensável para os produtores, pois não haverá crescimento na produtividade sem a modernização de todos os processos envolvidos. O Brasil já é uma das grandes potências do agronegócio mundial, mas o investimento em inovação e tecnologia no campo ainda é um obstáculo que precisa ser enfrentado.

Produtores que ainda não compreenderam a importância de investir em tecnologia para otimizar a produtividade das colheitas estão perdendo espaço, afinal os diferentes meios tecnológicos atuam como um grande diferencial competitivo no mercado.

Buscar o aperfeiçoamento das técnicas de plantio e cultivo é uma missão que deve estar sempre em pauta, a fim de acompanhar o desenvolvimento tecnológico no campo para produzir cada vez mais.

Nesse sentido, para garantir que a produção seja suficiente e diversificada, os produtores precisam inovar e se atualizar, de maneira a encontrar técnicas que garantam ganho de produtividade e mais eficiência e rentabilidade.

 

A Agricultura de Precisão e o manejo assertivo do solo

A Agricultura de Precisão é um conjunto de tecnologias que permite o enfoque global da produção agrícola, unindo a necessidade de obter alta produtividade à manutenção da qualidade do produto e o retorno econômico. Tudo isso sem deixar de lado o cuidado com o impacto ambiental.

Para isso, utiliza modernas tecnologias de posicionamento geográfico, de informática, de engenharia e de gestão agrícola, com o objetivo de gerar maior produtividade e melhor aproveitamento de cada hectare.

No que diz respeito às tecnologias, o conjunto de ferramentas para a agricultura pode utilizar os sistemas de posicionamento por satélite, instrumentos e sensores para medição ou detecção de fatores que afetam a produtividade, como solo, plantas, insetos e doenças.

No Brasil, a prática mais disseminada é a amostragem de solo georreferenciada, que realiza o mapeamento da fertilidade das áreas de cultivo para definir as quantidades ideais de nutrientes que devem ser fornecidas em cada local do solo.

Em resumo, o papel da Agricultura de Precisão é de auxiliar os produtores na aquisição e interpretação dos dados coletados com o intuito de otimizar os manejos feitos na fazenda. Com isso, é possível entender as necessidades de cada parte do solo e colocar em prática as melhores técnicas corretivas, visando a máxima produtividade e rentabilidade.

 

A importância de investir em fertilizantes de qualidade

Os avanços no melhoramento genético de diversas culturas têm permitido atingir produtividades muito superiores às alcançadas décadas atrás. No entanto, a utilização de insumos para a correção de deficiências do solo desempenha um papel fundamental para garantir alta produtividade.

Cerca de 60% da produtividade das plantas são influenciadas pela disponibilidade de nutrientes. Dessa forma, o fornecimento adequado de nutrientes por meio dos insumos agrícolas é essencial para que a lavoura expresse seu potencial genético produtivo.

A quantidade de nutrientes aplicada deve aumentar de acordo com o crescimento da expectativa de produtividade. Adubações baseadas no fornecimento de nutrientes são  importantes para a obtenção de altas produtividades, uso eficiente de fertilizantes, lucratividade e redução de riscos ao meio ambiente, garantindo maior competitividade na produção de grãos.

A aplicação dos fertilizantes também é responsável pela qualidade do produto final, influenciando fatores como tamanho, teor de proteínas, peso e sanidade dos grãos. Devido à importância para garantir alta produtividade nas colheitas, é fundamental buscar produtos inovadores no mercado.

O produtor deve priorizar uma nutrição balanceada, para que, através do equilíbrio entre os nutrientes, as plantas possam expressar o máximo potencial produtivo. Alcançar esse objetivo só é possível com a utilização de fertilizantes de qualidade que proporcionem a correção do solo de maneira adequada e o fornecimento das quantidades recomendadas de nutrientes para aumentar a produtividade da lavoura.

É importante ressaltar que trata-se de um investimento necessário que visa maior rentabilidade ao final da colheita. Utilizar fertilizantes comuns e mais baratos pode ser mais atrativo em um primeiro momento, mas ao final do processo, você poderá arcar com os prejuízos de uma colheita pouco produtiva e com baixa qualidade.

 

Os fertilizantes TMF

O compromisso da TMF Fertilizantes é oferecer tecnologias e inovações para a fertilidade do solo, com o objetivo de proporcionar as melhores práticas agrícolas com o melhor custo-benefício e o aumento na produtividade. Nossos fertilizantes CALSITE e ISOFERTIL têm altíssima concentração de Cálcio (Ca) e Silício (Si), proporcionando ao perfil do solo equilíbrio da saturação de base, diminuição da atividade do Alumínio (Al) tóxico e liberação dos nutrientes fundamentais para a planta, potencializando os efeitos dos fertilizantes tradicionais NPK. Além de disponibilizar ao mercado a linha Force com determinados nutrientes essenciais as plantas como S, B e N.

A tecnologia exclusiva dos fertilizantes TMF atua na modificação da estrutura química do Cálcio (Ca) com a adição do óxido de silício, tornando-o disponível para as culturas na solução do solo. Atuando em conjunto com os fertilizantes tradicionais, proporciona a liberação e o aumento dos nutrientes no solo, além de diminuir a atividade do Alumínio (Al) e melhorar o pH em profundidade.

Quer garantir alta produtividade na sua colheita? Conheça nossos produtos e solicite seu orçamento. Estamos aqui para te ajudar a produzir cada vez mais e com muito mais qualidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos