A importância da fertilidade do solo para altas produtividade na cultura da cana

fertilidade do solo

A cana-de-açúcar é considerada uma cultura bastante resistente à condições climáticas desfavoráveis, ao ataque de patógenos e consegue se desenvolver bem em solos pobres, porem refletindo em baixas produtividades. Por outro lado, para alcançar altas produtividades e plantas com alto teor nutritivo, a correção da fertilidade do solo mostra-se como uma prática indispensável, para que o produtor possa ter maior rentabilidade com a cultura.

Apesar da alta demanda, o mercado de cana está se tornando cada vez mais competitivo no Brasil. O aumento das safras é o reflexo de como cada vez mais produtores estão investindo em técnicas assertivas para o manejo da cana. A safra 2020/2021 resultou em uma produção de 605, 46 milhões de toneladas, um aumento de mais de 15 milhões de toneladas em relação à safra anterior.

A relação entre solo e produtividade

A expansão da cultura da cana ocorreu, majoritariamente, em solos de baixa fertilidade natural, sobretudo devido ao uso de fogo para a colheita. Com isso, é de se esperar que haja um declínio natural do potencial produtivo desses solos, principalmente pela diminuição no teor de carbono orgânico.

A baixa fertilidade do solo provocada por manejos inadequados, como a intensidade do revolvimento do solo aliada à incorporação de resíduos devido à queimada da cana, resulta em modificações nos teores de matéria orgânica (MO), na capacidade de troca de cátions (CTC), no pH, na dinâmica dos íons e na agregação do solo.

Tudo isso afeta a capacidade produtiva do solo, comprometendo as altas produtividades na cultura da cana. Por isso, é importante buscar alternativas para a correção do solo e adotar técnicas de manejo que proporcionem plantas saudáveis e lucrativas, além de práticas sustentáveis de manejo.

Plantio direto como alternativa para altas produtividades

O sistema de plantio direto (SPD) ainda é pouco utilizado na cultura da cana, mas pode trazer importantes benefícios em termos de produtividade. Com a cobertura vegetal, sem a queimada, é possível reduzir a erosão, melhorar as condições físicas e de fertilidade do solo, aumentar o do teor de matéria orgânica, de nutrientes e de água armazenada, bem como reduzir o consumo de combustíveis com a manutenção da produtividade da cultura.

As melhorias significativas para a fertilidade do solo com a adoção do sistema de plantio direto refletem em maior produtividade. Além disso, solos com alta fertilidade suportam um maior número de cortes entre os ciclos de reforma da cana, produtividade ao longo dos anos ainda se mantém econômica. Com a melhoria da fertilidade do solo, induz-se a maior longevidade do canavial.

Por outro lado, a queda de produtividade que leva à reforma dos canaviais está diretamente vinculada às alterações na fertilidade do solo devido ao aumento da acidez do solo e diminuição de cálcio, magnésio, SB, CTC e V%.

A importância da análise e correção do solo

Mesmo que a cana seja uma planta tolerante às condições de acidez dos solos e com respostas modestas à calagem, quando comparada a outras gramíneas, a correção da acidez do solo torna-se indispensável para garantir produtividade e longevidade das soqueiras.

Neste sentido, o efeito acidificante dos fertilizantes empregados nas culturas deve ser monitorados e a acidez corrigida pela calagem, quando a saturação por bases na camada 0-20cm nas soqueiras for inferior a 50%, monitorando os teores de Ca, Mg e K.

A análise do solo é fundamental para adotar as técnicas de correção mais adequadas. A análise deve ser feita com profundidade de 0-20e 20-40cm, 3 meses antes do início do plantio, uma vez que esse período é necessário para fazer a correção. O pH ideal para a plantação da cana-de-açúcar deve ficar em torno de 5,5 e 6,5.

Conte com a tecnologia dos fertilizantes TMF

Muitos problemas que causam redução da produtividade em plantações de cana-de-açúcar têm origem na falta de nutrição do solo. Portanto, é preciso contar com produtos de alta qualidade para realizar a adubação necessária, visando, principalmente, a correção da acidez e aumento de fertilidade do solo para, assim, aumentar a produtividade da plantação.

A TMF oferece fertilizantes com tecnologia exclusiva capazes de corrigir, construir e manter a fertilidade do solo em todo seu perfil, além de nutrir plantas para alcançar altas produtividades. Todos esses benefícios em um único grânulo, fornecendo nutrientes específicos e essenciais para seu solo e para a sua lavoura.

 

Saiba mais sobre nossos fertilizantes e aumente a produtividade da sua plantação de cana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos